A construção da cultura é baseada em pilares ou valores prestigiados pela alta liderança e vivenciados pelos colaboradores. Esses valores tendem a estar alinhados com a visão estratégica da empresa e, portanto, serão importantes para o desenvolvimento do time. Ou seja, tais valores devem ser usados como uma ferramenta que auxilia o entendimento e corrobora as decisões de reconhecimento dentro da organização. 


Melhores práticas identificadas

  • Basear o reconhecimento na cultura da empresa

Cada empresa tem uma cultura única. Fazer os reconhecimentos com base no DNA da instituição irá reforçar valores e fortalecer a cultura.


"Uma das coisas que mais tenho orgulho no reconhecimento das pessoas é o alinhamento quando aos valores e cultura que queremos construir. É gratificante ver isso na prática."

"Com certeza! Pelo que senti até o momento, a cultura do nosso time está centrada em pessoas, e todos que valorizam as pessoas em primeiro lugar, são super reconhecidas!"

"Na minha visão, a cultura da [Empresa] preza por independencia, autonomia e foco em resultados. E sim, é perceptível que quem consegue aliar esses fatores de forma eficiente, é reconhecido, seja subindo de cargo, mudando de área, ou até mesmo recebendo prestígio na reunião mensal (embora mais singelo, também é uma forma de reconhecimento)"


  • Estruturação de critérios para reconhecimento

O processo de construção de uma cultura de reconhecimento passa necessariamente pela etapa de comunicação e alinhamento dos critérios estabelecidos. Para que os colaboradores vejam o reconhecimento na prática é preciso que ele seja explicado e vivenciado com exemplos práticos.


"Sim, reconhece, porém precisamos construir e adequar ferramentas de gestão e avaliação de pessoas e melhor direcionar toda essa meritocracia às metas globais da Instituição."

"Na maioria das vezes. Ainda acho que podemos melhorar a forma de reconhecer desde critérios mais transparentes até o ato de reconhecimento em si."

"Não entendo muito bem como/quando as promoções são feitas e quais os critérios."

"Nem sempre. Muitos reconhecimentos e promoções não se baseiam na política de cargos criada, que não é mais seguida. Muitas promoções não seguem um critério."


  • Ferramentas que auxiliam o reconhecimento

Caso a sua crença (e da sua empresa) seja de que não é preciso grandes feitos para reconhecimento e nem grandes prêmios para valorizar, você precisará construir e fortalecer esse sentimento. Enquanto isso, ter reconhecimentos formais, detalhados e até por escrito favorecerá a percepção de que bons feitos são vistos. Existem diversas ferramentas que auxiliam líderes, gestores e colaboradores no processo de reconhecimento. O papel dessas ferramentas vai além da facilidade do gerenciamento: elas ajudam na formalização e entendimento do mesmo.


"Sim, hoje possuímos ferramentas que auxiliam os gestores a reconhecer com mais precisão os colaboradores de acordo com a cultura da empresa."

"Seja com feedbacks por meio do Vaipe ou pessoalmente, tem sempre alguém nos jogando pra cima e reconhecendo o que fazemos."

"Sim, recebo feedbacks pelo vaipe e até mesmo pessoalmente sobre meu desempenho. Acredito que o gestor deve ser sempre esse canal entre os colaboradores e outros gestores para que esses feedbacks aconteçam."

"A empresa demonstra os pilares da sua cultura e está criando programas de reconhecimento entre os colaboradores aqui na plataforma Vaipe. Com isso, teremos reconhecimento através do mérito."


Sentimentos identificados


Desalinhamento de expectativas sobre formato de reconhecimento

"Sim, porém não vejo muitos feedbacks mais estruturados e completos. A maioria deles são em meio a reuniões e conversas. Nada muito formal."

"Os reconhecimentos ainda não estão estruturados, mas acontecem de forma espontânea. (informais)"

"O fato de reconhecer 1 associado por vez, diminui o engajamento e motivação pois, por mais q todos atuam alinhados aos pilares, nem todod são reconhecidas e isso desmotivada."

"A [Empresa] faz aqueles reconhecimentos nas reuniões quinzenais, mas isso precisa refletir em carreira e remuneração e envolver também avaliação dos pares, não apenas lideranças."


Sentimento de injustiça no momento de oportunidade de carreira

"Vejo uma certa discrepancia entre as áreas em relação ao reconhecimento financeiro do trabalho prestado, não há uma uniformidade, onde há cargos que ganham muito mais que outros, mesmo estando na mesma linearidade. Em relação a reconhecimento não financeiro, observo que muitas vezes só é reconhecido aquele que tem mais amizade com a chefia, do que propriamente pelo trabalho."

"Pode existir reconhecimentos dentro das áreas, durantes reuniões, mas a empresa não reconhece isso e muito menos retribui as pessoas de forma adequada, mesmo que a participação tenha sido pequena. Vejo mais liderem de equipes e gestores recebendo os méritos, enquanto aquelas que realmente suaram para isso ficam sempre a sombra."

"Alguns setores recebem algum tipo de reconhecimento, mas não são todos. Isso gera insatisfação na equipe"