Comunicação,  transparência e colaboração são fatores essenciais no envolvimento de colaboradores nas tomadas de decisões. Dar a oportunidade de todos se expressarem e contribuírem nas resoluções pode resultar em sentimentos de pertencimento, autonomia e desenvolvimento pessoal. Utilize reuniões e alinhamentos para comunicar decisões, quando possível, envolva e questione o time sobre o caminho das deliberações a serem tomadas: agregar diferentes visões e opiniões é rico e pode tornar seus processos mais rápidos e inovadores.


Melhores práticas identificadas


  • Rotinas para realizar as comunicações

Um dos primeiros passos para incluir os colaboradores nas tomadas de decisões é a comunicação. É necessário haver diálogo entre os tomadores de decisões e seus liderados, a fim de que se levantem pontos de vista diversos. O mesmo vale no momento de compartilhar uma deliberação tomada pela diretoria, por exemplo: explicar os passos e o racional que levaram à determinada resolução.


"Os alinhamentos que temos semanal/quinzenalmente são super válido por esse e outros motivos. Ficamos por dentro de tudo o que irá acontecer e ninguém é pego de surpresa em alguma decisão, sempre comunicada antes."

"Neste ponto, só fico sabendo das decisões que afetam o meu dia a dia, uma vez que ela já foi tomada e cascateada para o time. Normalmente nas reuniões comerciais, ou no 1x1."

"Sim. Fazemos reuniões diárias e sempre somos incluídos, ou pelo menos informados sobre os pontos que precisamos decidir, ou que já foram decididos para nossa ciência e devidas orientações quanto às decisões tomadas."

"São feitas reuniões periódicas de alinhamento entre a gestão e a minha área."

"Sempre temos alinhamentos em forma de feedbacks e reuniões para ajustes das atividades e tomadas de decisões"


  • Transparências no processo de decisão

É importante dar transparência nas tomadas de decisões dentro das organizações. Quando entendemos o porquê, como e a finalidade de uma resolução, é possível colocá-la em prática mais facilmente. A transparência nas decisões facilita a vivência dos valores, missão e visão dos colaboradores em suas entregas. 


"Parcialmente. Entendo que a gestão em si deve ser mais transparente e envolver os gerentes e coordenadores nessas situações (até como expectadores) para que as decisões tomadas fiquem claras e estejam justificadas."

"Mas ainda sinto que falta mais direcionamento e transparência em alguns pontos"

"Totalmente! Tudo é conversado de forma honesta e transparente!!"

"as vezes, sim; outras vezes sinto falta de uma reunião semanal/quinzenal rápida apenas com o objetivo de alinhar algumas daquelas decisões, sem nem entrar no detalhe. Decisão YY: contexto, objetivo, caminho, quem trata / Decisão XX: contexto, objetivo, caminho, quem trata, etc."


  • Ouvir e acatar opiniões podem resultar em melhoria de entregas

Envolver os colaboradores nas tomadas de decisões é uma oportunidade de desenvolver o senso de pertencimento, tanto nas entregas como no time. Ao ouvir opiniões e acatar mudanças, damos espaço para que haja inovação e desenvolvimento de senso crítico sobre suas entregas. 


"Nem sempre. Gostei muito do processo de passagem dos clientes do [colaborador] para as CS, em que fui convidada a refletir sobre quais dos clientes que estavam sob responsabilidade dela eu gostaria de atender e quais os clientes que atendia no momento e gostaria de passar para outra pessoa atender. Acredito que tomadas de decisão como esta refletem positivamente no dia a dia e nas entregas."

"Nossas opiniões são levadas em considerações nas principais tomadas de decisão dentro da empresa para tornar nosso dia a dia melhor."

 "Meu gestor direto é o [Gestor] e gosto muito de trabalhar com ele. Sinto que tenho abertura para propor soluções e juntos desenharmos as estratégias. Ele sempre me envolve nas discussões de temas com interface nas minhas atividades e isso faz com que meu dia a dia seja mais produtivo do ponto de vista de planejamento/execução e integração com os demais times."

 "Este é inclusive um diferencial, os gestores têm um cuidado imenso de incluir todos da equipe nas tomadas de decisões - sempre que possível -, verificando opiniões, outros pontos de vista e até mesmo outras soluções. Além de ser altamente gratificante, nos faz sentir ouvidos, isso contribui para uma cultura saudável dentro da organização."



Sentimentos identificados


Colaborador reforça o sentimento de pertencimento ao participar das tomadas de decisões. / Protagonismo

“Com certeza tomamos decisões em conjunto e vejo que isso é uma das maiores diretrizes da empresa, vejo isso de uma maneira mega positiva, pois a empresa está crescendo com essa cultura e sempre reforçam e focam muito neste ponto. Que possamos juntos cada vez mais evoluir este modelo!”

“Nós estamos alinhados com relação aos processos que estamos seguindo. E as decisões da área sempre estamos discutindo e apresentando a gestão.”

“As decisões são discutidas com os gestores e há incentivo no protagonismo nos liderados, tanto no planejamento quanto nas aplicações e mensurações de testes e resultados.”

"Sim e isso é uma das coisas que me fazem amar a [Empresa] e o meu time. Minha chefe sempre decide as coisas ou junto com a gente ou levando muito em conta nossa opinião. Além de dar muita autonomia para realizarmos nosso trabalho."



Colaboradores não se sentem ouvidos

“Dou algumas sugestões de melhoria porém não se vê resultado no dia a dia pois os gestores não levam em consideração pois se acham que são os donos da razão ainda mais a Gerente do setor.”

"As decisões sempre vem prontas e já decididas lá de cima, da minha diretoria. Cabe a mim executar. Muitas das vezes são decisões equivocadas e que necessitam depois de muito retrabalho e correção. Diretores não deveriam tomar decisões técnicas. As decisões técnicas deveriam ser tomadas por pessoas que conhecem do assunto."

"Mudasse rotinas sem ao menos perguntar para a equipe se é melhor ou não e simplesmente ainda recebemos mensagens onde diz que as mudaças não estão abertas a questionamentos."

"Sempre as decisões chegam pra mim de cima pra baixo. Quando é algo que eu não concordo ou acho que podemos fazer diferente, sempre colocam muitas barreiras e sinto que não sou ouvida (sinto que não trabalhamos como time, é cada um no seu quadrado para performar melhor basicamente."